Área do cabeçalho
Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Departamento de Ciências Sociais

Área do conteúdo

NOTA DO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS A RESPEITO DO RETORNO DAS ATIVIDADES PRESENCIAIS NO SEMESTRE 2022.1

Data de publicação: 21 de fevereiro de 2022. Categoria: Notícias

O Colegiado do Departamento de Ciências Sociais da UFC, reunido no último dia 15 de fevereiro, vem muito respeitosamente à presença de toda a comunidade universitária para manifestar publicamente suas opiniões a respeito do retorno das atividades presenciais no próximo mês de março, e para reivindicar o abaixo explicitado:

  1. Consideramos que o retorno às atividades presenciais é necessário e urgente. Todos reconhecem que atingem níveis irreversíveis os prejuízos político-pedagógicos acumulados ao longo dos últimos 2 anos de atividades remotas. O restabelecimento pleno das atividades das universidades públicas é essencial para a afirmação de sua função social, bem como para o processo formativo de profissionais críticos e politicamente comprometidos com sua sociedade e seu tempo;

  1. Reconhecemos não serem banais as dificuldades trazidas pela pandemia de Covid-19. As “ondas epidêmicas” e as medidas profiláticas decorrentes atingem particularmente o processo educacional, cuja marca maior é desenvolver-se em torno de uma comunidade numerosa, diversificada e plural. São, portanto, dignos de reconhecimento, os esforços que o Centro de Humanidades – e toda a UFC -despenderam para que todos desenvolvêssemos, nas melhores condições possíveis, nossas atividades profissionais;

  1. A despeito disso – e chegados a menos de 30 dias do retorno das atividades presenciais, conforme calendário universitário – discentes, docentes e servidores técnicos reclamam a ausência de orientações claras e precisas sobre as condições nas quais se dará esse retorno. Sem a instrução de um documento orientador geral – pública e democraticamente definido – fica impossível estabelecer protocolos, firmar compromissos com a comunidade, mobilizar pessoal, distribuir salas de aula etc;

  1. Não custa lembrar ainda que cabe a este colegiado e seus dirigentes providenciar a lotação de seus servidores; portanto, ofertar ambiente seguro e apropriado às atividades educacionais. Somente com a definição desse protocolo podem ser garantidas as condições de segurança e salubridade para servidores técnicos e docentes e todo o corpo discente;

 

  1. Isso posto, SOLICITAMOS à direção do Centro de Humanidades fazer chegar à Administração Superior, aos Colegiados Superiores, a Pró-Reitores e Diretores das unidades acadêmicas, ao Comitê Interno de Enfrentamento ao Coronavírus, a necessidade do estabelecimento imediato de um protocolo geral que oriente o retorno das atividades presenciais. Encarecemos seja a comunidade universitária informada sobre questões como o passaporte vacinal, funcionamento do Restaurante Universitário, busca ativa para vacinação, realização periódica de testes e orientação para atividades laborais para pessoas com mais de 60 anos de idade e pessoas com comorbidades e/ou deficiência;

 

  1. Essa ausência, entretanto, não impede este colegiado de afirmar que o retorno às atividades presenciais no Departamento de Ciências Sociais estará condicionado, dentre outras coisas, à obrigatoriedade de exibição do passaporte de vacinação e disponibilidade de equipamentos e materiais de segurança pessoal (como máscaras, álcool gel etc), em quantidade suficiente para todos;

 

  1. Convém destacar ainda que até o momento não foram atendidas as recomendações da comissão interna de avaliação das condições físicas, nomeada pelo próprio departamento em novembro passado. Permanecem precárias as instalações físicas vistoriadas àquele tempo, especialmente quanto às salas de aula (em sua maioria pequenas e climatizadas artificialmente, não permitindo arejamento natural e distanciamento) e à inexistência de cantina e ambiente de convivência na área do CH-3;

 

  1. Este colegiado tem a certeza de que o posicionamento político-pedagógico expresso na presente nota é o mínimo que se pode esperar de todos aqueles que se orgulham de sua profissão de educadores, nutrem profundo respeito por discentes, servidores técnico-administrativos e docentes e assumem seu papel de cidadãos comprometidos com um país mais justo, leal e solidário;

 

  1. Por fim, manifestamos nossa mais profunda solidariedade aos familiares e amigos dos mais de 600 mil brasileiros que morreram nessa pandemia. Um retorno seguro às atividades presenciais é apenas uma obrigação dos que não esquecem de homenagear docentes, discentes e servidores técnico-administrativos da UFC que foram vítimas da Covid-19.

Colegiado do Departamento de Ciências Sociais da UFC

Fortaleza, 21 de fevereiro de 2022.

Acessar Ir para o topo