Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Departamento de Ciências Sociais

Área do conteúdo

Mirtes Mirian Amorin virou uma estrela

Data de publicação: 14 de julho de 2021. Categoria: Notícias

“Na hora da morte a pessoa se torna brilhante estrela de cinema, é o instante de glória de cada um e é quando como canto coral se ouvem agudos sibilantes.”
Clarice Lispector [Em a hora da estrela].

 

A professora Mirtes Mirian Amorim se tornou uma brilhante estrela. De personalidade vigorosa, marcou a cena filosófica de Fortaleza como professora da UECE e da UFC, quando, na década de 1990, introduziu o pensamento de Cornelius Castoriadis nas universidades públicas e no pensamento de parte da militância política cearense, explorando o tema da autonomia e fortalecendo a crítica ao Socialismo Real.

Ela carregava em seu ser a pujança das águas do Amazonas. Portadora de um carisma que a tornava inesquecível pelos alunos. Gostava de oferecer aos amigos um delicioso pirarucu para reafirmar suas raízes. Mulher de uma voz potente e sedutora, quando falava, prendia a atenção do público. Agraciada pela natureza com um sorriso farto e alegre, tinha a generosidade como padrão de relacionamento com seus alunos, amigos e com todos os que dela se aproximassem.

Mirtes Mirian Amorim foi uma pensadora crítica e firme em suas convicções morais e políticas. Sua militância e compromisso político clamavam por um mundo mais justo. Compondo várias gestões da ADUFC, empunhou, com afinco, a bandeira da luta em defesa da Universidade Pública, da melhoria das condições de trabalho e salariais de sua categoria. Foi como guerreira que Mirtes Mirian Amorim virou estrela.

Nossa gratidão e reconhecimento por sua profícua e exemplar marca que deixou um rastro de luz. Saudades.

Professores do Departamento de Ciências Sociais – UFC

Acessar Ir para o topo