Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Departamento de Ciências Sociais

Área do conteúdo

Amores tóxicos

Data de publicação: 9 de setembro de 2021. Categoria: Notícias

Autonomia feminina e violência íntima é tema de monólogo-conto do Professor Marcelo Natividade, premiado no II Concurso Literário da Semana do Servidor da SECULTART UFC 2021

O Professor Marcelo Natividade é autor do texto teatral “Partir com dignidade”, no qual está inserido o monólogo-conto “Jogo”, premiado nessa edição de Concurso Literário da Semana do servidor da UFC. O texto inédito, faz parte de um conjunto de histórias sobre relações amorosas, violência, discriminação e preconceito, as frustrações cotidianas e a superação delas, colocando em foco essas relações de poder e o empoderamento da diversidade sexual e de gênero.

Coordenador do Projeto Artivismos (PREX-UFC) e filiado à Associação Brasileira de Autores Teatrais (SBAT), o Professor vem estreitando as relações entre pesquisa, ciência e arte através de projetos de extensão sob sua coordenação e orientando projetos de bolsa arte e produção cultural desde 2017.

Resultado Final do II Concurso Literário da Semana do Servidor UFC 2021

NOMES DAS OBRAS, COM OS SEUS RESPECTIVOS AUTORES, SELECIONADAS – II CONCURSO LITERÁRIO DA SEMANA DO SERVIDOR UFC 2021

  1. A foto ao lado – Bruna Kessia Rodrigues da Silva Caetano
  2. A vendedora ambulante – Paulo de Tarso Cavalcante Freire
  3. De volta ao presente – Carla Roberta Santos Duarte
  4. Em memória – Camila Izidorio de Sousa
  5. Jogo – Marcelo Tavares Natividade
  6. Minha psicanalista está de licença – Susy Anne Almeida Cabral
  7. Morado – Bruno Alves de Sousa
  8. O muro – Juliana Maria Fernandes de Almeida
  9. Pandemia, silêncio e esperança – Mônica Cardoso Façanha
  10. Seu Bolota – Lucas David Reis Pereira

Secult-Arte/UFC

Acessar Ir para o topo